Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ANIMAIS ==
 
Flora
Anita
BIA
Boneca
Branquinha/Yupi
Cinderela
Dalila
FLECHA/MOUCHI-MOUCHI
Julieta
Monalisa
Pipas
Pompina
Preta




Animais » Cristinarino ( Cristina Rino )

Julieta

Raça: Europeu Comum
D. Nascimento: 1998-06-22

A minha Ju!...
Era aquele bebezinho lindo quando a encontrei abandonada dentro de uma caixinha de cartão numas escados de acesso do Colombo. Ia entrar no Centro mas já não entrei. Voltei para casa com a gata dentro da caixa. É a minha terceira gata. É muito tímida e gosta de estar sozinha no seu canto e que as outras não a aborreçam... é muito solitária. Adora colinho e em bébé mamava no meu braço. Na verdade às vezes ainda mama...
----------------------------------------------------
dia 9 de Julho de 2009

Ju, minha gatinha linda!
Encontrei-te, ou tu chamaste-me num dia escaldante do inicio de Agosto de 1998.
Eras tão pequenina que nem conseguias sair da minúscula caixa de cartão onde te deixaram. Miavas tão alto quanto o teu pequenino corpinho de cerca de 7 semanas o permitia. Muita gente te viu e olhou para ti, mas só eu te ouvi. Só eu consegui ouvir o teu pedido de socorro, ou então, tu só miaste para mim…
Levei-te para casa bem juntinho ao meu peito com medo de te perder e, como havia desconhecimento absoluto de pifes e outras doenças contagiosas, apresentei-te às únicas duas residentes da casa nessa altura. Ambas te aceitaram, te lavaram, te amaram desde o primeiro momento. Foram as únicas com as quais interagiste nesta casa. As que vieram depois de ti, nunca as reconheceste como amigas. E, quando as mais velhas partiram (porque tinham idades muito superiores à tua), tu refugiaste-te na solidão e preferiste ter um canto só para ti e agarrares-te ao meu amor por ti…
E partilhámos muitos segredos e pedi-te conselhos e ajudas e senti-os recebidos.
Partiste hoje, dia 9 de Julho de 2009, às 12,30 horas. Ao fim de um ano e tal a doença não perdoou e tive que ajudar-te a partir com a alma em sangue e o coração destroçado. Foram 11 anos de amor e carinho e espero ter feito o melhor por ti e para ti.
Ficarás para sempre no meu coração. Eras tão linda e tão doce! A doença deformou-te mas eu só via o teu esplendor e o brilho dos teus olhos límpidos e claros. Esse olhar ficará para sempre gravado na minha memória.
Ju, minha gatinha linda!!!

TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2023 Equipa Felinus