Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Crónicas

Mentalidades

"Parasitas abundam nos parques infantis"

"Um gesto tão simples como fazer uma festa a um animal pode ser um perigo para as crianças devido aos parasitas que podem trazer no pelo."

Esta é uma das conclusões a retirar da intervenção do Dr. Luís Carvalho, professor na Faculdade de Medicina Veterinária, durante um seminário sobre Saúde Pública e Ambiente, que decorreu dia 20 de Maio, na Casa do Ambiente no Montijo e que abordou a problemática dos dejectos caninos na via pública. "

É assim que começa um breve texto sobre parasitas... É com uma frase alarmista que o nosso olhar se encontra mal abre a newsletter... É assim que quem não tem animais arranja mais motivos para os não ter... É assim... infelizmente!

Tanto nos debatemos, tanto argumentamos, tanto defendemos e depois levamos com uma frase destas.

Apesar do resto do texto já ser em condições e explicar que se deve ter o cuidado de desparasitar os animais, etc., irrita-me solenemente!
Nunca me hei-de esquecer do dia em que levei o meu Ice à vet e em conversa comentei que, agora que tinha uma bebé, não me podia esquecer nem descuidar com a desparasitação do cão. A resposta que levei foi no mínimo engraçada e muito esclarecedora: "Claro que não se deve esquecer da desparasitação do Ice mas fale com o pediatra para desparasitar regularmente a criança também. É que ao contrário do que se pensa, muitas vezes, são as crianças que transmitem os parazitas aos animais que temos em casa!"

Admirados??? Pois a explicação é lógica: Quando os nossos animais são desparasitados, isso apenas lhes faz uma limpeza, mas não os torna "imunes", ora as criancinhas é raro serem desparasitadas e andam por todo o lado, metem as mãozinhas no chão e em toda a porcaria, mal os pais viram a cara para o lado, metem-nas na boca, chegam a casa, mexem no cão, mexem no gato e "voilá"... a culpa foi do bicho!!!

Outro pormenor é o facto de baterem sempre na mesma tecla dos cãezinhos que fazem as necessidades no jardim. Claro que eu também não gosto de andar a passear com as minhas filhas e ver o relvado todo "minado". Cheira mal, é pouco higiénico e não é estético... Mas os cães não são os únicos a poluir os jardins. Então e as criancinhas que as mamãs metem a fazer os xixis contra as árvores, sebes e canteiros ou mesmo em pleno relvado? Nunca vi nenhuma placa de proibição para xixis infantis!

E os pardais e andorinhas, infestados de carraças (verdade, verdadinha, já vi com estes meus olhinhos!), que andam por ali a esvoaçar e a largar a preciosa carga?

E os terrenos baldios que invadem as nossas terras, cheios de mato seco onde se criam com fartura pulgas, carraças e ratos?

Nas traseiras da minha casa há uma série de casinhas abandonadas, em completa derrocada, que servem de abrigo a colónias de ratos e ratazanas. Quando me fui queixar à Câmara a resposta que levei é que era terreno particular como tal a responsabilidade da desratização era dos donos e continuaram a discutir a novela e a folhear a "Nova Gente". O que me vai valendo são justamente os meus gatinhos que dão caça à rataria e sempre que algum entra em casa e eles ouvem as minhas filhas aos gritos, lá vão, valentes heróis, socorrer as meninas!

No entanto se algum vizinhos se queixar dos meus animais, os fiscais camarários veem logo a correr!

E por tudo isto e mais qualquer coisinha, desculpem este longo desabafo mas estes artigos irritam-me!!!





http://saude.sapo.pt/gPI/473085.html



- Assunção (Assunção Baptista) [ Europe/Lisbon ] 2004/08/12 10:22

Versão para Impressão Enviar a um amigo
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2022 Equipa Felinus