Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Site Felinus » Notícias

Animais domésticos formam crianças mais responsáveis




Além da diversão que é ter um animal em casa, a sua presença ajuda a criança a sentir-se mais acompanhada e segura. Se o animal for fêmea, o instinto protector sobre as crianças da família é ainda maior. E não só: ter um cão ou um gato em casa, pode ajudar, por exemplo, a exercitar o sentido de responsabilidade das crianças. A auto-estrada e a confiança também crescem à medida que os miúdos exercem uma obrigação, neste caso cuidar de outro ser.

Desde muito cedo a criança pode aprender a ter algumas responsabilidades. Pentear, colocar a comida e a água à hora certa, ajudar a limpar ou a dar banho, podem ser um bom princípio. Por outro lado, um cão ou um gato transmitem imenso carinho e afecto, o que nunca é demais na educação de uma criança.

Apesar de todos estes benefícios, os pais devem pensar bem antes de comprar ou adoptar um animal. Lembre-se que eles precisam de espaço, de companhia, de regras e de limpeza. Ter um animal em casa também significa ter outros gastos mensais, que nem sempre são pequenos. Escolha bem a raça, o temperamento e o tamanho do animal. Para uma criança muito agitada, por exemplo, um boxeur ou um labrador são uma boa opção, dado que são raças de cães muito pacientes e tolerantes com as crianças. Já um cocker é um cão menor e dá-se bem com crianças calminhas.

Escolha bem e verá que a amizade e a aprendizagem serão para a vida.

In: Expresso 24-11-2009




- AnaBeatriz (Ana Beatriz) [ Europe/Lisbon ] 2009/11/29 14:48

Versão para Impressão Enviar a um amigo
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2022 Equipa Felinus