Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Informação » Notícias

Animais errantes recolhidos em canil

Alto Minho

Zoofilia Estrutura da Valimar está já concluída e deve entrar em funcionamento até ao mês de Março


Está já concluído o canil da Comunidade Urbana Valimar. Situado no lugar de Brandoa, em Fornelos, Ponte de Lima, envolveu custos da ordem dos 400 mil euros e permitirá o acolhimento de mais de uma centena de cães e gatos.

A estrutura, que vem colmatar lacuna há muito sentida por vários municípios da região, devido à obrigatoriedade legal de existência de um equipamento deste tipo por concelho, deve entrar em funcionamento até Março, prazo durante o qual será firmado um acordo de parceria com uma associação zoófila local. Na origem da união de esforços está a vontade sentida pelos concelhos de abandonar a política de apanha/abate, participando as associações na gestão das estruturas, de modo a promover o reencaminhamento dos animais.

De acordo com o vereador do pelouro do Ambiente da autarquia limiana, Vítor Mendes, esse apresenta-se mesmo como um dos objectivos nucleares da proposta, para que a estrutura agora concluída "não se resuma a um depósito de animais". Segundo o autarca, esse esforço não se esgota no reencaminhamento de cães e gatos errantes, tendo continuidade em acções de educação e sensibilização, especialmente, junto dos mais pequenos.

Refira-se que os animais que vierem a ser acolhidos em Fornelos poderão vir a ser identificados através de microchip, sistema utilizado há já mais de dois anos por um dos concelhos da comunidade urbana Esposende. O objectivo, claro está, será o de responsabilizar o proprietário em caso de abandono do animal, consistindo o sistema, "transponder", na introdução de uma ampola de vidro biomédico no corpo do animal, ampola essa que contém um código de identificação gravado a laser.

Após período em que se assistiu a um esquecimento generalizado dos concelhos da região relativamente aos animais errantes, Vila Nova de Cerveira inaugurou, em Setembro passado, uma estrutura com capacidade para 15 animais, prosseguindo, em Parada, Monção, a construção do canil destinado aos municípios do Vale do Minho.



Fonte:
http://jn.sapo.pt/2006/01/01/pais/animais_errantes_recolhidos_canil.html

- Becas (Fernanda Ferreira) [ Europe/Lisbon ] 2006/01/01 22:23

Versão para Impressão Enviar a um amigo
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus