Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Informação » Notícias

Lisboetas tratam mal os seus animais de companhia

Nos últimos dois anos foram recolhidos cerca de 5027 cães e gatos das ruas da cidade de Lisboa, segundo dados fornecidos à Lusa pelo Gabinete de Higiene Urbana e Resíduos Sólidos da câmara municipal.

Segundo a mesma fonte, que ainda não tem dados para este ano, foram recolhidos das ruas 2300 cães e 2727 gatos em 2003 e 2004.

Em 2003 o maior número de recolhas de cães ocorreu em Julho (103) e em Dezembro (104), mas durante todo o ano foram retirados das ruas 920.

No mesmo ano, os serviços camarários recolheram 1314 gatos das ruas, sendo que a maior incidência se registou em Abril (172) e Maio (162).

Em 2004, os meses em que se registaram maior número de recolhas de cães foram Janeiro e Julho, para um total anual de 812.

Na capital foram ainda recolhidos, no ano passado, um total de 1413 gatos, com maior incidência nos meses de Setembro e Janeiro.

Já no concelho de Oeiras, foram recolhidos 170 cães durante o ano de 2003 e em 2004 foram capturados 166 cães nas ruas do concelho.

Oeiras tem, por outro lado, um projecto de controlo de ratos que utiliza gatos de rua desparasitados e esterilizados pela autarquia.

Em Odivelas foram recolhidos 227 cães durante o ano de 2003 e no ano seguinte este valor atingiu as 253 capturas de animais abandonados.

Também neste concelho, foi no mês de Julho que aumentou o número de recolhas de animais abandonados (42). Segundo Fernando Monteiro, adjunto do vereador do Ambiente da Câmara de Odivelas, "têm sido feitas campanhas de sensibilização junto da população" para a questão do abandono de animais de estimação.

O presidente da Sociedade Protectora dos Animais, José Barros Queirós disse que o número de animais abandonados tem diminuído porque "os portugueses estão a ir menos de férias".

Esta associação tem desenvolvido um trabalho de sensibilização relativamente à questão do abandono dos animais. "Já visitámos cerca de 150 escolas desde a universidade de Coimbra a creches" refere José Barros Queirós. Para ele, "a principal causa de abandono de animais são as doenças".




Fonte:
http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1229570&idCanal=59

- Becas (Fernanda Ferreira) [ Europe/Lisbon ] 2005/08/03 23:14

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» pauladoro ( Paula D.) » [ Europe/Lisbon ] 2005/08/06 17:24
Já para não falar dos mesmos que morrem após entrarem num canil municipal. Sim...foram retirados das ruas....foram recolhidos pelos serviços camarários, blá blá blá e depois fizeram o que com os pobrezinhos???? O destino com certeza para a maioria foi ainda mais triste sad.gif

» xamir ( Adélia Costa) » [ Europe/Lisbon ] 2005/08/04 20:55
Exactamente Claudia: que bom que era se estes fossem os números dos abandonos. Mas os que morrem antes de entrar no canil municipal são seguramente em número muito mais elevado.

» SAGRADA ( Cláudia) » [ Europe/Lisbon ] 2005/08/04 18:34
Ainda tive esperança de ler qualquer coisa como "o número de animais abandonados tem diminuido graças ao aumento de cívismo dos portugueses"!
Mais impressionantes devem ser os números se contarmos com aqueles animais que continuam na rua e pior ficam se contabilizarmos todos aqueles que não sobreviveram ao abandono! sad.gif

» Papaçordas ( Cecília Freitas) » [ Europe/Lisbon ] 2005/08/04 17:04
Estes nrs são impressionantes e deixam um nó na garganta. Continuamos a ser um país de bárbaros, vivemos ainda na Idade Média!!!!!!!
A mudança de mentalidades é tão lenta, nem no próximo séc se notará grande diferença
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus