Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Crónicas

A Saga do Desparasitante - 2ª Parte

(de braços no ar e sorriso pateta de orelha a orelha) Consegui!!!! La la la la la la...


A fera foi domada!!!


Cheguei a casa, e depois das festinhas do costume, dos prrrrrrrrrs da Kira e do ronron tipo tractor do Garfield, coloquei uma mantinha em cima da mesa, abri a tablete de comprimidos e coloquei uns docinhos da Whiskas ao lado, tudo a postos como numa sala de operações...


(Por esta altura o Garfield sentou-se em cima da manta e estava com aquele ar de quem estava disposto a tomar o comprimido, engolir a manta e tudo o mais que viesse, contando que a seguir viesse uma guloseima).


Aproveitei este momento para examinar o tamanho do comprimido e olhar para a garganta do Garfield, tentando determinar se seria necessário partir o comprimido ao meio. Olhei para o pescocinho dele, para o comprimido, novamente para o pescoço e mais uma vez para o comprimido. “Nah”, pensei eu, “se eles engolem pedaços de frango deste tamanho, isto também desliza”.


Esperei que a Kira entrasse na cozinha e fechei a porta. Imediatamente se pôs em sentido. Depois de andar de joelhos atrás dela debaixo da mesa “anda cá bichinha, vá que isto é rápido, é para o teu bem”, blá , blá, blá... Ela acabou por se resignar e literalmente estacou no chão deitada. Só tive de pegá-la ao colo, colocá-la em cima da mesa e envolvê-la na manta. Pus a bichaninha ao meu colo, que me dá mais jeito, e vá de tentar abrir a boca... aproveitei o momento e zás, catapultei o comprimido lá para dentro, fechando-lhe a boca logo a seguir.


“Aaaaahhhh, então foi fácil”, estão vocês a pensar...


Um momento, que ainda não acabei!!! :) O comprimido andou numa volta de montanha russa entre as mandíbulas da rapariga e acabou sendo SU-A-VE-MEN-TE empurrado através dos dentes da frente da donzela.


Peguei no pedacito de pó e massa, já pegajoso (vocês não estão a comer, pois não? :) ) entre os meus dedos e disse “tem paciência, mas vais ter de engolir isto”.


E aí aquele monte de pelo adorável desapareceu no meio da manta! Puff!


Só com as orelhinhas de fora, visivelmente enervada (acrescente-se que as minhas pernas tremiam), apertei a manta à volta dela e “descasquei” o topo (como se de uma banana se tratasse) até conseguir ver novamente aquela cabecinha medrosa. E volto a tentar abrir-lhe a boca. E o ritual repete-se, e por 3 vezes precisei “descascar” a manta. Nos entretantos, ia falando calmamente com ela, dando-lhe beijinhos na testa, enfim...

A manta começava a desenrolar-se e já começava a sentir-se uma patinha solta. Então levantei-a no ar e tentando embrulhar de novo a manta o melhor possível no meio do esforço para não a deixar cair, optei desta vez por colocá-la em cima da mesa. Repete-se a tentativa, vai de novo o comprimido para o fundo da garganta da menina, e aí aproveitei uma das dicas que os meus amigos felinodependentes sugeriram: massagei a garganta. O olhar dela dizia-me “Estou a enganar-te. Assim que me largares, cuspo-te o comprimido no nariz!!!” Então tentei abrir-lhe a boca para me certificar de que ela já o tinha engolido. É o abres!!! “Quiseste dar-me isto à viva força... Agora não devolvo!!!”


Bem, confiei que aquilo lá tinha seguido o canal correcto, e tento dar-lhe finalmente a guloseima, até como garantia de que já nada ocupava o espaço entre o céu da boca e a língua da bichana. Mas népias! “Sobremesa, agora? Não quero, estou cheia. Quero é ir fazer um xixi. Com licença!” E lá foi a princesa trolitando para o WC.


Fim (deste capítulo!)



Autoria: Filipa Bastos
22 de Maio de 2003

- Filipa Bastos (Filipa Bastos) [ Europe/Lisbon ] 2003/10/06 23:45

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» ZicaCabral ( Zica CAldeira Cabral) » [ Europe/Lisbon ] 2004/06/26 21:46
adorei e fartei-me de rir com a aventura. Os meus filhos de duas e 4 patas (há muitos anos) eram desparazitados todos com o mesmo remedio. Pipetal. Recomendado pela veterinário par as crianças e bichos. Punha-os em fila na cozinha, por ordem decrescente, O minha filha Domingas primeiro e o Gatien por último e era abrir a boca e dar-lhes uma colhe a cada um. Fazia isto sempre que vinhamos da quinta porque, cenouras com terra e outros petiscos eram prato comum. O único que refilava era o cão Goodie que não gostava do sabor do remédio e que eu tinha que fechar as beiçolas assim que çhe punha a colher na boca.

» Caneco ( Antonio B.) » [ Europe/Lisbon ] 2003/10/18 21:20
Está excelente!!! Hoje corri eu as minhas a Drontal biggrin.gif Desta vez a Scarlet foi a resistente, por isso teve de ser embrulhada numa toalha de banho das maiores e com a ajuda de uma 2ª pessoa só para lhe apoiar o pescoço de forma à cabeça ficar um pouco para trás. Ufffff... Lá foi! biggrin.gif

» catw ( Carla Mar) » [ Europe/Lisbon ] 2003/10/08 22:44
Lindo Filipa! Adorei os teus textos!!!!

» Susy ( Susana Fonseca) » [ Europe/Lisbon ] 2003/10/07 13:32
Eh!Eh!Eh! A Kira tem mesmo muita personalidade! Tomou o comprimido mas deixou bem claro que não aceita subornos!
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2022 Equipa Felinus