Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Campanhas

Domadores de Tigres - Precisam-se

Após noites de chuva e de frio, descemos dos altos telhados do Lumiar atraidos por um pratinho de comida cheirosa. Mas, tudo não passava de uma combinação malévola entre um tal de São Pedro e duas humanas. Quando demos conta tinhamos sido agarrados à traição. Entrámos dentro de duas gaiolas com comida e ficámos presos. Uma duas patas magricela e outra de cabelo aos caracóis encafuaram-nos em duas caixas com asas e levaram-nos com elas. Mas nós somos valentes, tão valentes que nos chamaram Rob Roy, William Wallace e Duncan Mac Leod e vamos dar-lhes que fazer, ai vamos, vamos...


Para provar a nossa valentia, disparamos bufadelas a torto e a direito, quais setas de índios. Como se não bastasse essa qualidade, somos mais rápidos que o Lucky Luke, e mais malvadinhos que a Cruella DeVille (ah... o que nós faziamos com os 101 dálmatas...eheheheh). Mas dizem que isso é um problema. Não percebemos porquê... Dizem que assim ninguém nos vai querer... Ora, vá lá... Quem tem medo de umas bufadelazitas? Uns sopros? Uns arranhões?... Pequeninos, arranhões pequeninos...

Autor: Noggy
Rob Roy e Willy Wallace

É por isso que vos estamos a escrever, dizem que precisamos de alguém que nos consiga domesticar - seja lá o que isso for. Que assim domesticados podemos arranhar, perdão!, arranjar um dono, e nunca mais voltamos para a rua. Disseram que vem aí uma coisa chamada Inverno, e que vamos passar muito frio e fominha se não arranjarmos um dono... Isso foi o que mais gostámos quando as duas patas nos apanharam, é que ainda não voltámos a ter frio e fome. As nossas patinhas estão quentinhas e a nossa barriguinha não doí. Mas quando elas vêm ver-nos, para não pensarem que estamos contentes, começamos logo a assoprar. Temos de manter as aparências, não é?


Elas dizem que nós temos de aprender as vantagens de se ter uma lareira ou aquecedor. Não sabemos o que são essas coisas, mas já agora queriamos descobrir.Se estás a ler isto e achas que podes ser tu o nosso domador, a pessoa que nos vai preparar para sermos entregues a uns donos à maneira, escreve à magricela e à caracóis e dá-nos a oportunidade de podermos vir a ter uma casa.
Está nas tuas mãos.


Assinado:
Rob, Willy e Mac Leod

- catw (Carla Mar) [ Europe/Lisbon ] 2004/10/21 16:44

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» Ana Ramos ( Ana Ramos) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/31 22:32
O pretinho e branco assim que for castrado tem um quintal protegido à espera. Foi uma sorte. Mas para isso ando a apanhar os bravinhos que lá apareceram mas que como teem 2 meses e meio espero conseguir domesticar biggrin.gif aliás uma já está bem domesticada. A outra ainda se arma em esperta mas hoje coloquei-a dentro do meu casaco e teve de me aturar.

Acontece``as vezes não se conseguir domesticar um.. Olhem a SAra. As manas foram dadas e esta parva só me deixou de bufar ao fim de 3 meses. Mas adora os outros. Ela ia ser morta por isso eu nã otinha alternativa.

Mas hoje se vejo que os bebes já teem 3 meses ou mais e são bravinhos opto por os operar e colocarr num sitio protegido (uma colónia) sabendo no entanto que como gatos de rua poderão viver menos. Mas vivem como querem, em liberdade e teem comida e abrigos. E isso para muitos não tem preço. Asim se uns quase nos procuram e mesmo nascidos na rua são meigos outros não o quererm ser mesmo nascidos em nossa casa. Mas com os nmascidos na rua eu prefiro ao serem bravinhos que fiquem onde estão mudando apenas para um sitio mais protegido. Há 2 anos fizemos o mesmo com 5, ali estiveram 2 anos., depois desapareceu um... depois um foi morto por um cão e outro desapareceu também e agora desapareceu mais outro. (este suspeitamos que foi morto pelo tal cão). Mas os 2 anos que ali viveram garanto que foram felizes. Correram, brincaram, subiram arvores. Chegamos a trazer um para tratar e ele modificou-se e um gato (o unico agora destes 5) que me dá turras e é melga demais (até lhe pego)ao ver-se preso virou bravo atacou e tudo.

Lá está temos que ver como é cada um e de resto procurar so fazer o melhor que pudeermos.Certezas nunca teremos. Mas tentamos. biggrin.gifE continuo a dizer tenho a minha Morcega nas cida e criada numa casa (veio para cá com 2 anos) e nã ome deixa mexer. Mas é agora feliz muito feliz. SEr de casa ou da rua é muito relativo. biggrin.gif

» a20vilar ( Ana Filipa Vilar) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/31 19:05
Há cerca de dois anos recolhi uma ninhada de 4 gatinhos pretos com dois meses de idade, muito constipados, ainda com mãe, mas em riscos de serem atropelados. Levei-os para casa e pela 1ª vez apanhei gatos completamente selvagens!! Consegui domesticar os 3 machos e arranjei donos para eles, mas a fémea nunca consegui domesticar e realmente fiquei com dúvidas se deveria mesmo ter retirado os gatinhos da mãe e da rua... e deixa-los nas mãos do destino?
Este ano voltei a encontrar uma outra ninhada de 5 gatinhos igualmente selvagens e apesar de nunca ter conseguido apanha-los, também para ser sincera não me esforçei muito e resolvi deixá-los à merçê do destino, se bem que todos dias recebiam a sua dose de comida. Passados 6 meses, posso dizer que todos os membros desta ninhada morreram...atropelados, envenenados...etc.
Nós nunca sabemos se realmente estaremos a agir bem, neste caso eu no fundo sabia que eles mais dia menos dia iriam desaparecer sad.gif
Fiquei com a fémea que apanhei à dois anos atrás, e ainda hoje mal consigo pôr-lhe a mão em cima. chama-se Matu, foi adoptada pelos outros gatos da casa e sinto que apesar de não lhe conseguir tocar, sinto-me reconfortada por ela ter o estômago sempre cheio, mimos dos outros gatos e uma casa quentinha para morar...por isso, noggy, é sempre muito complicado, infelizmente não podemos salvar todos, ainda mais estando as nossas casas sobrelotadas, mas é tão bom quando conseguimos tirá-los da rua, e sabermos que arranjámos uns bons donos...
Apesar dos 7 gatos que já cá tenho em casa, existe outra gatinha na rua que está quase domesticada e melhor, adora os meus cães, não sei por mais quanto tempo é que resisto a trazê-la cá para casa... enfim! Pessoas como nós, não conseguem virar a cara e por muitos desgostos que tenhamos, nunca desitimos.
Ânimo!

» Ana Ramos ( Ana Ramos) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/29 20:07
O pirata preto e branco está óptimo mas não deseja ser domado. biggrin.gif quer liberdade e rosnar aos humanos, morder se possivel excepto, sim excepto, quando se lhe dá lata.

como hoje apanhei mais 2 pestes agora estão 3 pestes juntas. Mas os outros são mais bebes. É um lindo concerto de pffff e grrr e patadas hihihihihihihi

» anims ( Guilhermina Abreu) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/29 00:55
Então e notícias dos meninos? Estão bem? Já têm pretendentes?

» noggy ( Sandra Nogueira) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/22 14:55
Fiquei de rastos... ainda agora a alegria de ter recolhido um e já a enorme tristeza de perder outro! Às vezes penso que não fui feita para isto.
Descansa agora gatinho e desculpa se o erro foi nosso por te termos tirado do teu ambiente sad.gifsad.gif sad.gifsad.gifsad.gifsad.gifsad.gifsad.gifsad.gif

» Miau ( Susana Almeida) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/22 14:46
Fiquei muito triste com a noticia... tinha grandes esperanças nestes meninos e o trigrinho não aguentou! sad.gif Deixou-nos e partiu sem se despedir. Espero que os maninhos se aguentem. Eles realmente precisavam de uma casa que os recolha, com alguem que possa estar com atenção à evolução dos bébés. Infelizmente não posso sad.gif

» catw ( Carla Mar) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/22 13:29
O nosso Rob Roy estava doentito e morreu há poucos minutos na clinica veterinária onde estava internado.
O apelo de casas de acolhimento temporário mantêm-se para o William Wallace (preto e branco) e para o Duncan Mac Leod (tigrado ruivinho - como bom escocês das terras altas). O Willy é a verdadeira fera assustada, pode-se fazer-lhe festas mas ele tem de assoprar em simultâneo, e o Duncan faz tanto ronron que não se consegue auscultá-lo convenientemente, porque não se consegue ouvir o coração.

******

Guilhermina,
Infelizmente por motivos de saúde, não me posso envolver em mais coisas. Mesmo no Felinus, o pouco que faço é demais.
Aconselho-a a colocar uma mensagem no forúm sobre este assunto. Há mais pessoas da margem sul a frequentar o forúm, e quem sabe com um grupo de pessoas com muita vontade, se possa mudar as condições desses animais.

O ideal para particulares, é recolher dois ou três animais, tratar e espalhar anúncios de doação por todas as clinicas e lojas da zona de residência. Há muita gente que não tem internet. Se houver uma "rede" de pessoas que imprima os anúncios e os coloque, é mais fácil arranjar um maior número de donos. Depois desse animais dados começa-se de novo.

Se se começa a "acumular" animais, começamos nós a ter um problema.

Por favor vá dizendo como corre a iniciativa de ajudar estes animais.




» hecep ( Helena Cepeda) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/22 09:47
anims: o problema é que a maioria do pessoal do felinus não tem mãos a medir de tantas actividades em que estão envolvidos... Mas pode ser que alguém possa. A Catus faz preços especiais para esterilização de colónias de rua, pode experimentar contactá-los...
Quanto aos tigrinhos: que olhar... que feras... eheheheh, prometem!

» atlantic ( Elisabete Feitoria) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/21 21:17
Oi, magricela Noggy, que "ares de poucos amigos" eles têm ... O pretinho e branco é o Willy ? Lindos, espero que apareçam muitos... domadores para estes lindos.

» anims ( Guilhermina Abreu) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/21 20:03
Omde é que estão os gatos?
Isto é um artigo ou um anúncio?
Eu vivo na zona do Seixal, onde sei que gatos são recolhidos numa área do canil municipal, mas desconheço a existência de qualquer abrigo protector. Por aqui há muitos animais, ariscos como descreve, a viver na rua, alimentando-se nos caixotes do lixo, onde muitas vezes se recolhem da chuva debaixo de sacos, aproveitando uma tampa deixada aberta, ou simplesmente deixando-se ficar sob os carros estacionados. Um dos meus enteados encontrou dois que saltaram do contentor quando atirava o lixo.
Se a Carla estiver interessada, ou conhecer alguém daqui, ou se a alguém que leia este comentário agradar a ideia, eu queria muito fazer coisas que dessem melhor e mais longa vida a estes animais. Disponho-me a contactar a Câmara Municipal para procurar soluções razoáveis, no sentido da criação de um abrigo que acolha tanto os bichanos que estão no canil como outros que o necessitem. Não deve ser assim tão complicado e tem sido feito em vários concelhos do país.
Espero resposta, a bem dos bichanos! Vem aí o Inverno, como todos os anos...

» orti ( luisa ortigoso) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/21 17:28
Olhem que eu também era assim, mas aqui a duas patas é só mimos e atenções e eu estou a quebrar... até já lhe dou umas turrinhas e vou até à cama dela cheirar-lhe o nariz e tudo!`´E que é mesmo verdade, uma casa é uma coisa mesmo boa! Espero que tenham sorte como eu. Solidariedade felina deste vosso - Kafka.

» bixana ( Alexandra Soares) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/21 17:01
Gosto dos nomes!!!!!!!! Espero que apareça o domador (ou domadores) de que eles precisam...

» fabriro ( Fátima Rodrigues) » [ Europe/Lisbon ] 2004/10/21 16:56
lol magricela e caracois......não faço ideia de quem seja!!!
Olhem lá priminhos, mantenham-se firmes! Eu estou em casa desta humana há quase 15 dias e ainda ontem lhe meti o dentinho na mão.....pois não querem lá ver??? Só por fazer um xixizinho fora do sitio há que tentar apanhar-me para me por (à força) na areia...não queria mais nada esta, ggggrrrfffffttttt!!!!! Assinado:prima Tina Turner ( a pantera negra de olhos verdes )
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2019 Equipa Felinus