Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Crónicas

O Meu Pardalito

História, verídica, de um pardalito que nunca esqueço (sem foto, porque nesse tempo ainda não fotografava):


Criei-o, desde bebé (todo peladinho), até ficar adulto, deixando-o então sempre em liberdade (com água e comida à disposição no quintal).

Quando eu saía à rua, logo via um pardal vir ter comigo... era ele, que se empoleirava no ombro ou num dedo a servir de poleiro!

Dia após dia se repetiam estas visitas, que me deixavam alegre e aliviado por saber que ele ia conseguindo sobreviver sozinho.

Eu, para ele, era talvez como um pai...
Mas a sua dedicação para comigo é que fez com que ele acabasse por não sobreviver.
Estava pousado na minha mão e dei uma suave sacudidela para voar... só que não tardou a voltar, por trás de mim, empoleirando-se ao meu lado, no pequeno muro onde eu estava sentado...
Foi aí que a confiança que ele tinha em mim causou a sua morte, quando, sem o ver, me desviei para o lado e... me sentei em cima dele!
Ainda tentei recuperá-lo, mas não consegui fazer nada senão vê-lo morrer.

Lembro-me sempre dele e com muita tristeza, pois para mim não era um simples pardal, mas um ser que tinha grande carinho por mim... e por isso morreu...


Ora bem... confesso (sem vergonha) que quando me lembro (como agora ao terminar a narração) não consigo evitar uma humidadezita nos olhos...




- almor (Almor Loucao) [ Europe/Lisbon ] 2004/05/23 16:43

Versão para Impressão Enviar a um amigo
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2022 Equipa Felinus