Anúncios | Artigos | Galeria |  Fórum   | Eventos | Utilizadores | Top | Raças | Diários | Quem?

Utilizador:
Password:
Memorizar-me


== ARTIGOS ==
Site Felinus
Lazer
Entrevistas
Clipping
BD
Newsletters
Encontros
Ajuda
Notícias
Sobre o Site
Informação
Raças
Conselhos
Legislação
Notícias
Campanhas
Crónicas
Histórias Felizes
Ficção
Humor
Opinião
Livros
Revistas
Filmes
Lojas
Veterinários
Alimentação




Artigos  » Informação » Notícias

Americana enfrenta pena até dois anos de prisão por ter matado o hamster do irmão



Uma jovem, de 19 anos, residente em Brooklyn (EUA), foi detida por ter morto o hamster do irmão durante uma briga familiar, como vingança pela morte do seu próprio hamster, segundo o N.Y. Daily News. Se for considerada culpada, Monique Smith enfrenta uma pena até dois anos de prisão efectiva e uma multa de cerca de 3500 euros.

Em Junho passado, Monique Smith bateu com o animal no chão, perante o olhar horrorizado dos irmãos, revelaram as autoridades locais. A mãe da jovem contou que esta foi a forma de Monique exteriorizar a raiva que sentia, depois de saber que um dos seus irmãos tinham morto o seu hamster ao dar um pontapé na bola com que o animal estava a brincar. “Não gosto de hamster, mas também não quero que eles morram”, disse Theresa Smith, 47 anos. “Não aprovo o que ela fez”.

As autoridades locais referiram que, depois de ter matado o animal, Monique o atirou pela janela da casa, obrigando o irmão a telefonar para a Sociedade Americana de Prevenção da Crueldade Contra Animais (ASPCA, sigla em inglês). Os agentes da ASPCA dirigiram-se à casa da família e recuperaram o cadáver do hamster, uma fêmea que ainda nem tinha nome. A necrópsia revelou que o animal sofreu uma forte contusão e danos no fígado.

As mesmas fontes adiantaram que a jovem andou todo este tempo a esquivar-se à justiça. A mãe explicou que Monique evitou ir a tribunal por estar grávida. “Ela já teve o bebé”, adiantou. A jovem acabou detida na terça-feira pelo agente Patrick Breen, da ASPCA, sob a acusação de um crime de crueldade contra animal e três de colocar em risco o bem-estar de um menor.

As autoridades sublinharam que um crime desta natureza contra um animal indefeso é muito grave. “Os animais de companhia são muito preciosos para as pessoas, mas, infelizmente, muitas vezes, quando querem atacar alguém, dirigem a sua raiva contra o animal indefeso”, explicou o director da ASPCA, Joseph Pentangelo

Jornal de Notícias, Os Bichos



- Becas (Fernanda Ferreira) [ Europe/Lisbon ] 2011/03/11 08:55

Versão para Impressão Enviar a um amigo

» Ana Ramos ( Ana Ramos) » [ Europe/Lisbon ] 2011/03/11 22:25
Entao e o irmão que matou o dela?

Bom aqui as cadeias ainda andavam mais cheias do que já andam..

» aslpetrini@sapo.pt ( Maria de Lourdes Petrini) » [ Europe/Lisbon ] 2011/03/11 10:07
Nem mais...!
Assim mesmo é que é.
Que pena não haver esta justiça cá.
Mas este País em que vivemos.... nem para as pessoas tem justiça.
Saudações.
TERMOS DE USO | Regras de Utilização | Felinus e Cia. - © 2001 - 2018 Equipa Felinus